....................HOME..........FOTOS E VÍDEOS..........LER É PODER..........TWITTER E FACEBOOK..........A VELHA SENTADA......



sábado, 29 de outubro de 2011

Namibía, Não! no Festival Internacional de Teatro de Angra dos Reis

Quem mora ou está visitando Angra dos Reis tem hoje, dia 29, a oportunidade de conferir Namibía, não! Esta será a única apresentação do espetáculo na cidade, e faz parte da programação  do Festival Internacional de Teatro de Angra dos Reis - FITA,  considerado um dos maiores festivais de teatro do País.
Namibía, não! está programada para às 19h50, no palco Sesc. 

Em sua oitava edição, o FITA termina amanhã, dia 30, com record de público. Foram 60 espetáculos, com ingressos entre R$ 2,00 (dois reais) e R$ 50,00 (cinquenta reais) e uma grande homenagem ao querido e saudoso Ìtalo Rossi, que morreu em agosto deste ano, aos 80 anos.




Confiram minha participação no Programa Altas Horas!


sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Namibía, não! no Rio de Janeiro

Depois de uma temporada de sucesso em Salvador, chega ao Rio de Janeiro o espetáculo Namibía, não! Você não pode perder. Venha rir e se emocionar! 

domingo, 23 de outubro de 2011

Carlos Moore é entrevistado por Lázaro Ramos no Programa Espelho


Amanhã, dia 24, o convidado do Programa Espelho, Canal Brasil, é o escritor  cubano radicado na Bahia, Carlos Moore. Na entrevista – que foi dividida em duas partes- Carlos Moore fala sobre  vida e obra do cantor nigeriano Fela Kuti (da qual é o biógrafo oficial);  a sua relação com o líder negro Malcom X; o racismo na sociedade cubana; as lutas do panafricanismo e o racismo no Brasil.
Apresentado  e dirigido por mim, Lázaro Ramos, o programa Espelho aborda sempre temas atuais e debate assuntos polêmicos.  

Quem não tem TV  por assinatura pode conferir a entrevista acessando o blog do programa http://www.programaespelho.blogspot.com/.

Quem é Carlos Moore:
Doutor em Ciências Humanas (Universidade de Paris-7, França), 1983 e Doutor em Etnologia (Universidade de Paris–7, França), 1979. Nasceu e cresceu em Cuba, filho de pais jamaicanos, possuindo ambas as cidadanias. Recebeu uma formação interdisciplinar (Etnologia, Sociologia, História, Antropologia) na Universidade de Paris-7 (França), na qual ele obteve dois Ph.Ds, inclusive o prestigiado Doutorado de Estado. Morou e trabalhou na Europa por quinze anos (França), na África por oito anos (Egito, Nigéria e Senegal), no Caribe por dezoito (Trinidad-Tobago, Guadalupe, Martinica), e viajou intensamente pelo sudeste da Ásia (Filipinas, Austrália, Ilhas Fidji, Papua Nova Guiné, Indonésia) em projetos de pesquisa, tendo agora fixado residência permanente no Brasil. Fluente em quatro línguas (francês, inglês, espanhol e português), Moore Wedderburn possui expertise em assuntos internacionais e o impacto que questões de raça, etnia e gênero exercem sobre a sociedade.

Ele foi Consultor Pessoal em Assuntos Latino-Americanos do Dr. Edwin Carrington, Secretário Geral da Organização da Comunidade do Caribe (CARICOM), de 1966 a 2000, e do Dr. Edem Kodjo, Secretário Geral da União Africana (UA), de 1982 a 1983. De 1966 a 2002, foi professor titular de relações internacionais no Instituto de Relações Internacionais da Universidade do Caribe (UWI), à Trinidade-Tobago. Sua carreira como acadêmico e pesquisador, de 1984 a 2000, incluiu cargos como Professor Visitante na Universidade Internacional da Flórida (EUA), Universidade do Caribe (Trinidad-Tobago), e Universidade do Caribe Frânces (Martinica e Guadalupe). Foi Assessor de Pesquisa do Professor Robert Jaulin, diretor da faculdade de sociologia/antropologia/etnologia/religião, Universidade de Paris-7 (França), de 1980 a 1984, e assistente pessoal do professor Cheikh Anta Diop, de 1975 a 1980, em Dakar, Senegal.

Entre 1970 e 1982 Moore Wedenburn seguiu carreira em jornalismo, como analista de assuntos latino-americanos na Agência France-Presse (França), e analista em assuntos da África Ocidental para a Jeune Afrique (França). É autor de mais de cinqüenta e cinco artigos publicados sobre questões internacionais. Tem os seguintes livros publicados: African Presence in the Americas (Trenton NJ: Africa World Press, 1995), redator principal; Castro, the Blacks, and Africa (Los Angeles, CA: CAAS/UCLA, 1989); This Bitch of a Life (London: Allison e Busby); Cette Putain de Vie (Paris: Karthala, 1982); Were Marx and Engels Racists? (Chicago: IPE, 1972), dentre outras publicações. No Brasil, o escritor publicou os livros 'Racismo e Sociedade" (Mazza Edições) e "A África que incomoda" pela editora Nandyala.

sábado, 22 de outubro de 2011

Altas Horas com Lázaro Ramos

Olá gente! Mais tarde,participarei do programa Altas Horas, comandado pelo nosso querido Serginho Groisman. Vou falar sobre Namibía, Não! espetáculo que marca a minha estréia como diretor de uma peça voltada para o público adulto. Aproveito também, para falar da maravilhosa experiência de ser pai! Bom!! Assistam e descubram tudo que vou contar. É hoje, sábado, dia 22. 

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Últimas apresentações de Namíbia, não! na Bahia


O espetáculo teatral Namíbia, não!, que tem Lázaro Ramos na direção,  realiza suas últimas apresentações, em Salvador, antes da temporada no Rio de Janeiro

Quem mora, em Salvador, e ainda não assistiu a peça "Namíbia, Não!", tem entre sexta-feira, dia 21, até domingo, dia 23, para conferir o espetáculo dirigido  por Lázaro Ramos.  Últimas apresentações da temporada 2011, na Bahia, “Namíbia, Não!” está em cartaz no teatro Módulo (Av. Juracy Magalhães).  No elenco, uma mudança para estas apresentações: Aldri Anunciação terá ao lado Fernando Santana, que substitui Flávio Bauraqui.
Escrita pelo autor e ator baiano Aldri Anunciação, "Namíbia, Não!", passa em 2016 e uma nova lei do Governo brasileiro obriga que todos os afrodescendentes regressem imediatamente à África, provocando, em pleno século XXI, o revés da diáspora vivida pelo povo africano do Brasil escravocrata.
 Após as apresentações na Bahia, a peça segue para o Rio de Janeiro. No dia 29, faz parte da programação do  FITA 2011 (Festival Internacional de Teatro de Angra dos Reis). E, entre os dia 04 e 27 de novembro e, realiza temporada no Teatro Oi Futuro Ipanema. 

| Serviço |
Namíbia, Não!
Local: Teatro Módulo
Data: sexta a domingo (21 a 23 de outubro), às 21h (sex) e 20h (sáb e dom)
Ingressos: sextas e domingos: R$40(inteira); sábados: R$50 (inteira).



segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Lázaro Ramos protagoniza novo filme "Amanhã nunca mais"


O primeiro longa-metragem de ficção do diretor publicitário Tadeu Jungle, "Amanhã Nunca Mais", protagonizado por Lázaro Ramos, foi apresentado na noite deste sábado, dia 15,  no cine Odeon.
O filme, que trata de conflitos cotidianos de quem vive em uma grande metrópole, era aguardado com certo “friozinho na barriga” até por quem o fez. Apesar de se passar em São Paulo – no meio no trânsito e caos da cidade – sua primeira exibição pública foi no Rio, mais precisamente no centro da cidade, como parte do Festival do Rio.

“Estou ansioso e até certo ponto nervoso. Fizemos este filme em 2009 e só agora poderei ver o resultado final. Espero que o público também goste”, disse Lázaro, que interpreta o médico anestesista Walter. “Basicamente a história se resume à aventura deste personagem, que precisa levar um bolo para o aniversário da filha, mas se depara com uma série de coisas no meio do caminho”, continuou o ator, que foi acompanhado da mulher, a atriz Taís Araújo.
adeu Jungle, acostumado a usar as câmeras para vídeo-artes e vídeo-clipes, gostou da experiência. “Já tenho um novo filme para lançar até o final do ano. Quero mais”, disse. Otaviano Costa e Flavia Alessandra, munidos de sacos de pipocam, esperavam na fila antes de entrar na sessão. “Pipoca, tem algo melhor para ver um bom filme?”, brincou o ator.
Fernanda Machado, que também integra o elenco, falou sobre a discussão levantada pelo filme – a correria do dia a dia para dar conta de múltiplos afazeres. “Somos cada vez mais pessoas com pouco tempo. a vida urbana mexe com nossa rotina. Fazer o quê? Devemos ser mãe, mulher, dona de casa, trabalhadora. É isso mesmo, temos que arrumar tempo para tudo. É assim com o pobre como também com o rico”, disse.

O filme estará disponível nas salas de cinema a partir do dia 11 de novembro. Aguardem e confiram!!